Bebês com mau hálito: quais são as causas e tratamentos

Embora a halitose seja mais comum em adultos devido à má higiene bucal, ela também pode ocorrer na infância e fazer com que existam bebês com mau hálito devido a problemas que vão desde a dieta até a boca seca ou infecções respiratórias.

No entanto, a falta de higiene também é uma das principais causas do mau hálito, pois os bebês desenvolvem as mesmas bactérias nos dentes que os adultos, mas na língua, bochechas e gengivas, mesmo que ainda não tenham dentes.

Portanto, a melhor maneira de se livrar do mau hálito em bebês é praticar uma higiene bucal adequada, ter um acompanhamento com um dentista infantil e, se não houver melhora, é aconselhável aprofundar a investigação com um pediatra para determinar se há algum problema de saúde e, se necessário, o tratamento adequado.

Algumas das causas mais comuns de mau hálito em bebês incluem:

Tópicos Importantes, clique abaixo

Boca seca

Os bebês são mais propensos a dormir com a boca ligeiramente aberta, então suas bocas são propensas a secar com correntes de ar frequentes.

Como resultado, o leite e as sobras podem secar, permitindo que o açúcar grude nas gengivas, o que pode gerar bactérias e fungos que podem causar mau hálito, além de úlceras na boca.

Neste caso, a higiene bucal adequada é essencial, especialmente após amamentar ou alimentar um bebê, para evitar o acúmulo de gotículas de leite que podem secar quando o bebê abre a boca.

Inclusive, visitar um dentista para criança pode ajudar nas dicas e aconselhamentos sobre como higienizar a boca do bebê.

Outra maneira fácil de aliviar o problema é dar ao bebê – caso já tenha a idade mínima e o pediatra já tenha recomendado, um pouco de água depois de ter se alimentado.

Má higiene bucal

Embora os dentes só comecem a aparecer por volta dos 6 ou 8 meses, a verdade é que a higiene oral deve ser praticada desde o nascimento porque mesmo sem dentes, as bactérias podem acumular-se na boca do bebê, causando mau hálito e problemas bucais como aftas ou aftas.

É importante limpar a boca do seu bebê com um pano úmido ou gaze pelo menos duas vezes ao dia até que os primeiros dentinhos apareçam. Após a dentição, recomenda-se uma escova macia e creme dental apropriado para a idade.

Caso você não saiba qual o tamanho correto, peça auxílio para um dentista para bebe e garanta que não machucará sua criança.

Usando a pasta de dente errada

Em alguns casos, o mau hálito pode ocorrer mesmo com a higiene adequada, possivelmente porque você não está usando a pasta de dente correta.

Geralmente, os cremes para bebês não devem conter produtos químicos de qualquer tipo, mas alguns podem conter lauril sulfato de sódio, uma substância usada para criar espuma que pode causar boca seca e pequenas feridas.

Portanto, esse tipo de pasta geralmente promove o crescimento de bactérias, o que pode levar ao mau hálito.

Evite cremes dentais que contenham lauril sulfato de sódio em seus ingredientes, preferindo um creme dental neutro que produza um pouco de espuma.

Caso você veja que não está sendo suficiente para higienizar, agende uma consulta em um odontopediatra e veja quais são as melhores formas de ter um bom resultado.

Caso você não conheça algum consultório próximo, busque pela internet como, por exemplo “dentista infantil zona norte” (com o local que você reside) e confira as opções disponíveis.

Alimentos com cheiro forte

O mau hálito também pode ocorrer quando você começa a introduzir novos alimentos ao seu bebê, especialmente ao usar alho ou cebola para preparar alguma comida para bebê.

Isso porque, assim como acontece com os adultos, esses alimentos deixam um forte odor na boca, piorando a respiração.

Evite o uso frequente desses alimentos ao preparar as refeições do seu bebê e mantenha sempre uma higiene bucal adequada após as refeições.

Infecções respiratórias e de garganta

Infecções respiratórias e de garganta, como sinusite ou amigdalite, embora sejam uma causa menos comum, também podem causar mau hálito, que geralmente está associado a outros sintomas, como coriza, tosse ou febre.

Se houver suspeita de infecção ou se o mau hálito não desaparecer após a limpeza adequada da boca do bebê e nem com uma avaliação de um dentista de bebe, é recomendável consultar o pediatra para descobrir a causa e iniciar o tratamento adequado.

Quando procurar um pediatra

É recomendável que seu bebê consulte um pediatra se:

  • Febre acima de 38ºC;
  • Manchas brancas na boca;
  • Sangramento nas gengivas;
  • Perda de apetite;
  • Perda de peso sem motivo aparente.

Nesses casos, o bebê pode estar desenvolvendo uma infecção, então o pediatra pode prescrever antibióticos para eliminar a infecção e outros medicamentos para aliviar os sintomas.Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Repense Blog

A Repense Blog traz para você os melhores conteúdos da internet. Seja bem-vindo e desfrute de pautas especialmente separadas para você. Portal de conteúdos atualizado diariamente.

Que tal continuar conosco, veja os conteúdos separados especialmente para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + 12 =

Go up